sexta-feira, 26 de novembro de 2010

BULLYING E AUTORREPRESENTAÇÃO


tamanho: 2x1,5m, aproximadamente

            Esta proposta buscou por em prática os assuntos desenvolvidos durante o “3º Curso de Formação de Multiplicadores em Trabalho, Justiça e Cidadania”. Este curso pretende contribuir, a partir da experiência de Profissionais de vários ramos do Direito e da Justiça, para ampliação dos conhecimentos dos professores sobre os direitos fundamentais do cidadão e o acesso à Justiça.
              Um dos temas abordados em uma das palestras do curso foi o Bullying.
              Bullying é um termo em inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetitivos, sem motivação evidente, praticada por um indivíduo ou grupo de indivíduos contra uma ou mais vítimas, com o objetivo de intimidar, agredir fisicamente, isolar, humilhar, causando dano emocional e/ou físico.
            Diferentemente do que muitos pensam, o bullyng é mais do que uma simples brincadeira, pois causa dor, angústia e sofrimento causando danos psicológicos que podem levar suas vítimas ao suicído.
            O problema do bullying afeta estudantes, pais e professores, que devem estar atentos percebendo e combatendo essa prática. Por isso a importância de se trabalhar esse tema dentro do contexto escolar. Desenvolvendo atividades que visem à conscientização e à sensibilização dos alunos frente essa questão.
            Nas aulas de Artes, os alunos desenvolveram a proposta "Bullying e Autorrepresentação".
            Utilizando o seu próprio corpo como molde para a criação dos suportes iniciais, os alunos exploraram poeticamente a problemática do Bullying através da sua Autorrepresentação, numa alusão ao Autorretrato, tema constantemente revisitado na História da Arte.
           Para iniciar a proposta e motivar os alunos,  foram utilizados folderes, disponibilizados pelo projeto "Trabalho, Justiça e Cidadania" e os recursos multimídias presentes na escola, tais como o datashow e a sala de informática, para passar slides e vídeos sobre o tema encontrados na internet .
            A execução desta proposta durou cerca de 7 semanas, tempo em que os alunos refletiram constantemente sobre o tema. Todo o processo de criação e produção foi registrado através de fotografias e vídeos.

         
 Confira abaixo o processo de criação artística:












OS TRABALHOS EXPOSTOS
(Clique no Álbum)



Durante a esposição, que ocorreu no dia 25 de novembro, no salão da escola (ainda em construção), os alunos distribuiram mensagens sobre o tema aos visitantes.




Confira aqui o plano da proposta:

PROPOSTA BULLYING E AUTORREPRESENTAÇÃO

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

PROJETO AUTORRETRATO E IDENTIDADE

          No projeto Autorretrato e Identidade, os alunos problematizaram a questão da identidade a partir de abordagens didáticas diversificadas, resultando em um álbum extremamente subjetivo, onde os alunos inseriram coisas que revelavam um pouquinho do seu "Eu".
          Um dos aspectos bastante importante desse trabalho foi poder conhecer mais a fundo, as características, os gostos, os familiares, os amigos, as imagens e as ideias que povoam os pensamentos de cada um.









Confira as Imagens clicando no álbum:


quarta-feira, 10 de novembro de 2010

TEMAS TRANSVERSAIS NO ENSINO DE ARTE







(Clique nas imagens para ver mais)

O projeto "SEJA Contra o Crack" foi desenvolvido com os alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) da escola Pinheiro Machado nas aulas de artes visuais e teve como tema o consumo e os danos causados pelo uso do crack".
Este projeto buscou, através da arte, sensibilizar os alunos para um problema extremamente preocupante no contexto da sociedade contemporânea que é o aumento do consumo do crack entre crianças, adolescentes, jovens e adultos.
Uma das características importantes desse projeto foi de que o produto final apresentado foi a conjugação de cartazes, desenhos, pintura e gravura, tudo dentro de um mesmo trabalho.


Confira aqui o projeto na íntegra: